TRE-PE reprova contas do PTC referentes às eleições de 2016 por 'falhas contábeis'


Com a decisão, que foi unânime, a representação do Partido Trabalhista Cristão em Pernambuco fica, por três meses, sem receber recursos do fundo partidário.


Decisão do Tribunal Regional Federal de Pernambuco ocorreu durante julgamento nesta segunda (2) (Foto: Reprodução/Google Street View)
Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) reprovou, por unanimidade, a prestação de contas do diretório estadual do Partido Trabalhista Cristão (PTC) relativa às eleições de 2016. A provação foi ocorreu durante um julgamento na manhã desta segunda-feira (2).
De acordo com o relator do processo, o desembargador Alexandre Pimentel, foram encontradas falhas de natureza contábil “que não foram sanadas pelo partido”.
Ainda segundo o TRE-PE, o PTC não realizou, no período solicitado, a abertura de uma conta bancária para as movimentações financeiras do primeiro turno da campanha de 2016, já que a conta foi aberta em 16 de outubro, mas a determinação era que a abertura fosse feita em 15 de agosto.
A desaprovação foi defendida tanto por parte da unidade técnica do Tribunal quanto do Ministério Público Eleitoral. Com a decisão, a representação do partido em Pernambuco fica, ao longo de três meses, sem receber recursos do fundo partidário.


Previous Post
Next Post

post written by:

0 comentários:

AVISO:
Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a nossa opinião. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Mata Sul poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada..