Protesto de estudantes e professores paralisa parte da BR-101, em Palmares

Dezenas de estudantes, professores e representantes de grupos de esquerda, como o MSTT, CTB (Centro de Trabalhadores do Brasil) e o Centro Acadêmico da UPE fecharam, na tarde desta terça-feira (17/04), um trecho da BR-101, para reivindicar melhorias na educação e outras pautas políticas. A paralisação ocorreu em frente à sede do Colégio Agrícola de Palmares, na Mata Sul do estado.

O protesto teve início por volta das 15h40. Com cartazes, pneus queimados e palavras de ordem, os manifestantes pediam melhorias na Educação, a saída do presidente Michel Temer do poder e a revogação da prisão do ex-presidente Lula, que, segundo eles, estaria preso por motivação política.

- “Se alguém é preso sem provas concretas, isso se configura prisão política. Além disso, queremos melhorias nos investimentos em Educação, com os royalties de petróleo investidos na pasta”, disse a professora Rita Nascimento, uma das coordenadoras da manifestação.


A paralisação foi pacífica e terminou rapidamente, por volta das 16h20. Apenas um dos lados da rodovia dupla foi interditado, causando uma fila quilométrica de veículos. A Policia Militar esteve no local, mas não registrou nenhum incidente grave.
Previous Post
Next Post

post written by:

0 comentários:

AVISO:
Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a nossa opinião. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Mata Sul poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada..