“Vamos fazer um MDB de Pernambuco ainda mais forte”, diz Fernando Bezerra após dissolução do diretório regional

Senador Fernando Bezerra ganhou quebra de braço que estava travando com Jarbas Vasconcelos e Raul Henry
A Executiva Nacional do MDB reuniu-se na tarde de ontem (20), em Brasília, e aprovou – por 17 votos favoráveis e seis contrários – a dissolução do diretório regional do partido em Pernambuco. Com isso, a legenda no estado será dirigida por uma comissão provisória, que vigorará por 90 dias, cujo presidente é o senador Fernando Bezerra Coelho.
Com o posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral (ontem), o partido pôde se reunir (hoje) e tomar a decisão política que se aguardava, que é a definição (política) que o MDB vai seguir nas próximas eleições”, explicou Fernando Bezerra. “Agradeço a confiança que recebi da Executiva Nacional para, a partir deste momento, eu poder liderar um processo de arregimentação de quadros (deputados estaduais e federais) à disputa das eleições que se avizinham e também para procurar apoios dentro da frente política Pernambuco Quer Mudar”, acrescentou o vice-líder do governo no Senado.
Na última segunda-feira (19), o Tribunal Superior Eleitoral derrubou liminar até então concedida pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco ao Diretório Regional do MDB. O TSE entendeu que a questão da dissolução em curso cabia à Executiva Nacional do partido (o que se define juridicamente como assunto “interna corporis”) permitindo, portanto, a realização da reunião de hoje e a continuidade do processo.
ELEIÇÕES NO ESTADO – De acordo com Bezerra Coelho, a frente Pernambuco Quer Mudar – formada, atualmente, por oito partidos – se pronunciará até o próximo dia 20 de abril sobre os candidatos a governador do estado, a vice-governador e ao Senado.
A partir de hoje, já com a liderança do MDB de Pernambuco, vamos manter contato com diferentes forças políticas do nosso estado – no Sertão, no Agreste, na Mata, na Região Metropolitana – para que a gente possa construir uma chapa representativa e competitiva, garantindo que o MDB tenha um espaço maior de representação política na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados”, afirmou o senador.
Ao se colocar como candidato a governador do estado, Fernando Bezerra destacou a união da frente Pernambuco Quer Mudar com lideranças como o senador Armando Monteiro, os ministros Fernando Filho (Minas e Energia) e Mendonça Filho (Educação) e o ex-ministro das Cidades, Bruno Araújo. Dirigindo-se a militantes do partido, o senador destacou: “Estou animado para fazermos um MDB de Pernambuco ainda mais forte. Todos que quiserem continuar com a gente são muito bem-vindos e terão o nosso apoio na renovação de seus mandatos”.
Previous Post
Next Post

post written by:

0 comentários:

AVISO:
Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a nossa opinião. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Mata Sul poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada..