Pai e filho morrem afogados ao serem arrastados por correnteza de rio em Cortês

Uma tragédia familiar emocionou a população do pequeno município de Cortês, na Mata Sul pernambucana, no fim da tarde da última quinta-feira (25/01). Pai e filho morreram afogado após serem arrastados por uma correnteza do rio Sirinhaém, num trecho que corta as terras do engenho Diogo, na zona rural.

Moradores da localidade acionaram o efetivo da Polícia Militar e relataram o desaparecimento dos dois parentes nas águas do rio. Segundo as investigações, ambos teriam tentado atravessá-lo de uma margem à outra, mas foram surpreendidos pela força de uma correnteza e desapareceram na profundidade.

Um segundo filho da vítima, ao perceber o afogamento do pai e do irmão, correu para pedir ajuda, mas os moradores só conseguiram localizar o corpo da criança, um estudante de 11 anos. A outra vítima, um motorista de 37 anos, ainda não foi encontrada.

Uma segunda versão, repercutida nas redes sociais, afirma que o pai teria entrado na água para socorrer o filho, que se afogava, mas teria sumido também na correnteza. A PM, contudo, não confirma essa linha de investigação. O corpo da criança foi periciado pela Polícia Civil e encaminhado ao IML de Recife. As buscas pela segunda vítima continuam nesta sexta-feira (26/01).
Previous Post
Next Post

post written by:

0 comentários:

AVISO:
Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a nossa opinião. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Mata Sul poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada..