Ordem de serviço para construção do prédio do IFPE em Palmares será assinada

Apesar do contingenciamento orçamentário do Ministério da Educação (MEC), verbas para construção e melhorias de pelo menos dez campi do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) foram garantidas pelo titular da pasta, Mendonça Filho, para serem aplicadas neste ano. Ontem (08), ele assinou a ordem de serviço da obra da sede definitiva do campus de Paulista e do projeto de acessibilidade da unidade de Vitória de Santo Antão. O gestor também deve assinar, nos próximos meses, as ordens para a construção dos campi de Igarassu e Palmares. Em 15 dias, será dada a autorização para a obra do campus de Jaboatão.
Neste ano também serão iniciadas melhorias nos campi do Recife, Abreu e Lima, Belo Jardim, Cabo de Santo Agostinho e Caruaru. Além disso, o Departamento de Obras e Projetos de Engenharia do IFPE prevê, até fevereiro, começar projetos em Garanhuns, Ipojuca e Jaboatão. “Após a liberação da verba, conseguimos iniciar os processos licitatórios. Para 2018, a prioridade é iniciar e dar continuidade às obras que já começaram”, disse a reitora do instituto, Anália Ribeiro.
A execução da obra em Paulista, orçada em R$ 14,2 milhões, foi autorizada em solenidade no Campo de Aviação, em Maranguape 1, que dará lugar ao novo prédio. Dezesseis salas de aula, laboratórios, biblioteca, auditório, estacionamento, guarita, área de convivência e outros espaços serão construídos em 6,4 mil m2. A obra começará em 22 de janeiro e será concluída no primeiro trimestre de 2019.
Atualmente, a unidade funciona na Avenida Doutor Rodolfo Aureliano, na Vila Torres Galvão, e oferece dois cursos técnicos. Cerca de 470 estudantes são atendidos. “Com a sede definitiva e as novas instalações, a expectativa é de que novos cursos sejam criados e o número de estudantes aumente para cerca de 1,2 mil”, pontuou o diretor do campus Paulista, George Gaudêncio.
Durante a cerimônia, também foi liberado o início das obras de acessibilidade do campus Vitória de Santo Antão, na Mata Sul. Nas intervenções, orçadas em R$ 1,4 milhão, estão previstas a recuperação e construção de calçadas, instalação de rampas, adequação de sanitários e criação de vagas de estacionamento especiais.
O ministro informou que está sendo negociado um terreno para a construção da sede definitiva do campus Olinda. “A gente está negociando com o Exército a cessão de uma área para que o IFPE seja instalado no Varadouro. Quanto a Palmares e Igarassu, creio que devamos lançar e anunciar em breve essas iniciativas para que o IFPE tenha o coroar de uma gestão atenta às necessidades dos estudantes”, afirmou.  
Previous Post
Next Post

post written by:

0 comentários:

AVISO:
Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a nossa opinião. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Mata Sul poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada..